Foi no dia 14 de Agosto de 2010 que pelo última vez, o comboio passou no centro da Trofa.
A linha férrea foi desativada, desmantelada e a antiga estação encerrada, iniciando-se então a reabilitação do centro urbano, de modo a tornar a Trofa uma cidade mais coesa, melhor organizada em questões relacionadas com os meios de transporte, ambiente, ordenamento arquitetónico, melhorando e aumentando os espaços de lazer que são fundamentais para o bem-estar da população. Para o “gostar” de viver na Trofa.

Concluída a construção do Parque Nossa Sra. Das Dores, faltava requalificar toda a área envolvente à antiga estação ferroviária. Requalificação essa que se iniciou em Janeiro de 2017 e que foi concluída no Verão , com o surgimento da nova Alameda da Estação.
Durante muitos meses e diariamente passei por este local, pois está situado numa zona central e é um local incontornável para poder entrar e/ou sair da cidade pelo lado oeste.
O bulício das máquinas e dos homens bem no centro da cidade, uma presença constante, foi alvo de curiosidade e anseios de todos os que por lá passaram.  Aguardando pelo dia em que seria inaugurada a Alameda da Estação, o dia em que centro da cidade seria assim devolvido à população da Trofa.

Foi este o mote para o meu trabalho fotográfico, fazer um registo dessa atividade de construção, dos trabalhos em curso, dos materiais, das máquinas, e de tudo o que está/esteve, que foi utlizado ou que contribui para o surgimento deste novo espaço urbano.
©2017.By Light. 
Livro disponível para venda.

You may also like

Back to Top